Pneus dão voo na vida de Valmir das Araras

O artista é um dos mais de cinco mil expositores que estão participando da 16ª Fenearte. Evento segue até o próximo domingo (12)

Por Tiago Brito

O que era despejado nas oficinas ou abandonado nas ruas, o pneu, se tornou a principal matéria-prima para a produção de artes do jaboatanense Valmir das Araras, de 41 anos. Antes de ser conhecido pelo seu nome artístico, ele passou por um período desempregado. Nesse tempo, a sua esposa, Vânia Carla, de 36 anos, viu na internet uma arara e perguntou se ele poderia fazer uma reprodução em qualquer tipo de material. Conseguiu fazer para agradá-la e, a partir daí, o casal iniciou um novo momento em suas vidas.

Por ter aprendido sem ter alguém ensinado, Valmir foi aprimorando suas técnicas e dando vida aos pneus. Sua especialidade faz jus ao nome, Valmir das Araras. “O que começou com um pedido da minha esposa, se tornou o nosso meio de vida. Como é gratificante levar cores a materiais que poderiam estar poluindo o meio ambiente”, afirma Valmir, que já está no ramo há mais de 2 anos.

Segundo ele, cada produção de peça dura, em média, um dia. Para fazer uma arara, seu principal trabalho, é necessário apenas um pneu. Para fazer jacaré, é preciso dois pneus de carro e um pequeno de moto. Por mês, são utilizados aproximadamente 80 pneus. Para confeccionar os objetivos, também são utilizadas pedaços de madeira e garrafas pet.

FENEARTE

“Nunca imaginei que a nossa matéria-prima do artesanato estaria no lixo e poderia ser transformada em artigos para comercialização. Participar da Fenearte pela segunda vez é uma realização. Local que tem artistas renomados e nós estamos fazemos parte dessa importante feira”, destacou Vânia. A Fenearte vai até 12 de julho, no Centro de Convenções, em Olinda. O local está reunindo mais de cinco mil expositores de 40 países.

SERVIÇO

Fenearte
Data: De 2 a 12 de julho
Local: Centro de Convenções, Olinda
Horários: 14h às 22h (segunda a sexta) e 10hàs 22h (sábado e domingo)
Valor: R$10 e R$ 5 (meia), de segunda a sexta. Nos finais de semana, R$ 12 e R$ 6 (meia)

FENEARTE-2015-VALMIR-ARARAS-FOTO-VALTER-ANDRADE_MG_9839-aa-texto