Artesãos jaboatanenses expõem no 1º Salão de Arte Religiosa da Fenearte

Com peças bem trabalhadas, Deli Figueiredo, Jaime Nicola e Iara Tenório representam o município no Salão, uma novidade da Fenearte 2016

Rayama Alves

A 17ª Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte 2016) promove, pela primeira vez, um salão voltado para Arte Popular Religiosa. Ao todo, são 50 peças expostas ao público, entre elas algumas produzidas pelos artesãos jaboatanenses. Entre essas peças três delas são de artesãos jaboatanenses Jaime Nicola, Deli Figueiredo e Iara Tenório. A Fenearte prossegue até o próximo domingo (17), no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda.

Jaime Nicola tem duas de suas peças no salão de Arte Popular Religiosa : São José e o busto de Cristo Crucificado, ambos feitos de madeira. Deli Figueredo, por sua vez, expõe a obra Nossa Senhora da Conceição, feita de argila. Já Iara Tenório classificou uma peça de Nossa Senhora das Graças feita em cerâmica.

Com curadoria de Frei Rinaldo Pereira, que deu a ideia, o Salão de Arte Religiosa teve uma grande adesão por parte dos artesãos, que inscreveram 98 obras – 50 delas foram escolhidas para serem expostas na Fenearte. As três primeiras peças classificadas e ganhadoras foram: Padre Cícero Fé e Esperança, do Mestre Luiz Benício, que recebeu R$ 6 mil; São Pedro Papa, do Mestre Zuza, com premiação de R$ 5 mil; e Virgem de Nazaré, do artesão Carlos Alberto Queiroz, que recebeu R$ 4 mil. Além de prêmios em dinheiro, os artesãos vencedores receberam ferramentas para auxiliar na produção de novas obras. As três peças ganhadoras vão para o Museu de Arte Sacra de Pernambuco. Já as outras 47 estão à venda no salão.

MOSTRA APROVADA – “Foi trabalhoso escolher os 50 trabalhos para serem expostos aqui, pois quase cem foram inscritos. É uma bela mostra do artesanato que está no nosso Estado e também em outros estados que participam da Fenearte. Algumas peças já foram vendidas logo no início da feira”, comentou o Frei Rinaldo Pereira, muito animado com a criação do Salão voltado para Arte Sacra.

A iniciativa teve total aceitação dos aristas e do público, conforme registrou o escultor e Mestre Jaime Nicola. “Participei com três peças, uma delas foi adquirida para o Museu de arte Sacra de Olinda, que foi a obra de São Bento. As outras duas, o Busto de Cristo Crucificado e São José, estão expostas no salão”, disse.

11SERVIÇO:
Endereço – Centro de Convenções, avenida Professor Andrade Bezerra, S/N – Salgadinho, Olinda
Horário – De segunda a sexta das 14h às 22h sábado e domingo das 10h às 22h
Valor – De segunda a quinta os ingressos custam R$ 10 e R$ 5 a meia-entrada, já na sexta, sábado e domingo R$ 12 a inteira e R$ 6 meia-entrada.