Artesãos jaboatanenses participam de feira de inclusão produtiva

Grupos são orientados por oficinas realizadas pela Prefeitura nos Centros de Referência de Assistência Social e nas comunidades carentes

Cinquenta e cinco artesãos tiveram a oportunidade, nesta sexta-feira (22/08), de apresentar e vender seus produtos em uma feira organizada pela Prefeitura. Todos eles fazem parte de oficinas de inclusão produtivas, oferecidas nos Centros de Referência de Assistência Social (CRASs)  e nas comunidades carentes pela Secretaria Executiva de Assistência Social. A feira foi realizada durante toda a manhã, na sede da Secretaria de Políticas Sociais Integradas, em Candeias. É repetida a cada mês, às vezes em locais diferentes.

Nas oficinas, os artesãos aprendem a produzir artesanato de materiais variados, como barro, vidro e tecido. Ao todo, 305  estão cadastrados na Prefeitura, formando um total de 130 grupos produtivos. Os 55 que participaram da feira, nesta sexta, representaram, cada um, um grupo.

“O artesanato gera renda e promove a melhoria da condição de vida das pessoas. Muitas mulheres têm nessa atividade, muitas vezes, sua única renda ou uma complementação importante”, afirmou a coordenadora de Inclusão Produtiva de Jaboatão, Astanilsen Duarte. Ela também destacou o lazer e o bem-estar que as oficinas proporcionam aos participantes. “Traz a inclusão produtiva e social, porque eles (os artesãos) interagem com os grupos, trocam experiência, participam de aulas e de passeio”, observou.